Top Ad unit 730 × 90

Image and video hosting by TinyPic

Últimas Notícias

Destaque

Plano de Saneamento Básico é discutido com moradores de Areia Branca


"Nós vamos construir um plano que represente os anseios da população e para isso é importante estar com quem executa e com quem vivencia as situações", declarou a prefeita Moema Gramacho na abertura da segunda audiência do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) de Lauro de Freitas, realizada na noite desta quarta-feira ( 6), na Escola Edvaldo Boaventura, em Areia Branca.

Durante uma hora e meia, técnicos da Empresa Baiana de Abastecimento e Saneamento Básico (Embasa) e da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) divulgaram as ações que estão sendo realizadas na cidade e ouviram a população local. Atentos às novidades, a população destacou esgotamento sanitário como maior prioridade para a região.

"Em nosso boleto de pagamento dos serviços de água potável pagamos também taxa de esgoto e portanto queremos usufruir do serviço", argumentou André Kajá, morador de Areia Branca. O superintendente da Embasa, Cesar Requião respondeu afirmando que se não existe esgoto a cobrança é indevida. "Em Lauro de Freitas temos soluções locais. Atualmente temos aqui em Areia Branca três estações de tratamento de esgoto nos residenciais recentemente implantados", informou.

O gestor explicou ainda que com a retomada da obra de esgotamento iniciada em 2010 e suspensa devido a disputas judiciais, 50% da população deverá ser atendida após conclusão. "No início deste ano, a obra foi liberada e segue em fase de revisão de projeto. Os investimentos são da ordem de 96 milhões do PAC", explicou. Com mais de 17km de linha de recalque, o projeto transportará o esgoto de Lauro de Freitas para o emissário submarino da Boca do Rio, em Salvador.

OUTRAS AÇÕES

"Com soluções técnicas e imediatas conseguimos minimizar o problema das enchentes do Rio Sapato. Nós fizemos, a limpeza do manancial e retiramos 50 mil metros cúbicos de material orgânico", relata o engenheiro ambiental da Seinfra, João Souza.

Souza também informou que os recursos captados durante a segunda gestão de Moema para intervenções de esgotamento no trecho da avenida Mário Epinghaus, foram perdidos pela administração passada que não cumpriu os prazos legais de envio de documentos. "A prefeita tem se empenhado na tentativa de resgatar esse investimento para nossa cidade", frisou.

Além disso, a obra de reversão da Lagoa da Base, em pleno andamento, resolverá o problema das inundações na região. Na avenida Amarílio Thiago dos Santos, 21 poços serão perfurados com cerca de 14 metros de profundidade cada. Em cada poço, tubos de ligação são instalados, ao passo que as águas dos lençóis freáticos são bombeadas.

A partir de 2018 os rios Joanes e Ipitanga receberão intervenções integradas de manejo de águas pluviais e afluentes. O projeto "Rio Ipitanga" já é considerado pelos técnicos um marco desta gestão. Orçado em mais de 188 milhões de reais oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a proposta consiste na criação de seis bacias que em tempos de estiagem servirão de áreas de lazer com a oferta de ciclovias, quadras poliesportivas e parques. Em épocas de chuvas torrenciais, com risco de alagamento, muda-se a finalidade dos espaços. As

áreas de tornam bolsões que darão vazão apropriada às águas das chuvas, evitando enchentes.

TRANSVERSALIDADE

O PMSB é fomentado em transversalidade pelas secretarias de Infraestrutura e Serviços Públicos. Dividido em quatro eixos temáticos - águas pluviais, drenagem, resíduos sólidos e esgoto - mais quatro audiências estão programadas para acontecer. "Os encontros estão previstos para Portão, Vilas do Atlântico, Jambeiro e Caji. A previsão é de que todas as etapas do PMSB sejam concluídas até dezembro quando será encaminhado para apreciação da Câmara de Vereadores", finalizou o gestor da Seinfra, Vidigal Cafezeiro.

Esse projeto tem um milhão de reais destinado a contrapartida social. O estudante Mateus Santos questionou quanto a aplicação deste investimento. "Já existe retorno?", indagou. Requião explicou que são recursos para serem gastos em 20 anos e que irão beneficiar 400 mil habitantes entre Salvador e Lauro de Freitas.


Fonte: ASCOM PMLF

Plano de Saneamento Básico é discutido com moradores de Areia Branca Reviewed by Renata Ferrari on segunda-feira, setembro 11, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

Todos os direitos reservados LFTV © 2017
Powered By Studio Q16

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.